Les Piñatas

de Mylène Burban, Léa Anaïs Machado e Madeline Wood

Residência Artística | 12 a 25 de Fevereiro de 2024, no espaço do antigo Jardim de Infância de Mosteiró

"Sardines et lentilles" de Mylene Burban

"De boca à oreille" (título provisório) de Léa Anaïs Machado

“Somewhere, the flowers have dried.” de Madeline Wood

Les Piñatas é um coletivo especializado em pequenas edições, eventos culturais e workshops para todos. Composto por uma equipa de artistas pluridisciplinares de França e do estrangeiro, o coletivo é um espaço de experimentação, criação e colaboração entre as pequenas edições e a performance. Les Piñatas oferece uma plataforma de expressões híbridas e de pesquisa editorial.

Mylène Burban, Léa Anaïs Machado e Madeline Wood estarão em residência na EIXO para iniciar a criação de três novas edições a publicar em 2025.

Site & Instagram

"Sardines et lentilles" | de Mylene Burban

SARDINES_MYLENE_BURBAN

Primeira conserva de sardinhas, rica em Omega 3

Tudo começou com um amor por este peixe gentil e delicado; seguido de uma história da minha avó da Bretanha, sobre lutas feministas, queerness e, talvez, dietética (ácidos gordos xoxo).

Haverá receitas, fotos, poemas, homenagens, vincos, piadas e mais algumas coisas que poderão vir.

Que melhor maneira de começar esta obra de arte do que começá-la em Portugal?

onde a sardinha é rainha. __

Mylène cresceu na Bretanha e vive em Lille.

Trabalha com artistas no Norte de França. É agente e produtora de uma companhia de artes performativas contemporâneas “La Ponctuelle”.

É administradora da casa de micro-edições “Les Piñatas”.

Trabalha com a Pollen num programa educativo e artístico de residências na escola entre artistas e crianças.

Profissionalmente, define-se como uma garrafa de WD40®, óleo multifunções para prevenir a corrosão dos mecanismos.

Normalmente mais dada ao orçamento Excel, à gestão de digressões e às folhas de pagamento, “Sardines et lentilles” é o seu primeiro projeto de microedição.


"De boca à oreille" | de Léa Anais Machado

DE_BOCA_A_OREILLE_MACHADO

Para onde vão as canções quando já não são ensinadas? Existe algum alimento que tenha o poder de curar a alma?

É possível reativar uma memória transgeracional?

Léa Anaïs Machado, artista de uma família de emigrantes portugueses em França, vai à procura de canções antigas, receitas, gestos curativos e transmissões orais, utilizando o desenho, a escrita e a fotografia.

__

Léa Anaïs Machado é autora e artista multidisciplinar, a sua produção centra-se na voz e nas imagens das histórias dos que a rodeiam.

Na sua prática, atribui grande importância à recolha de histórias, ao desenho, à escrita e ao seu desejo de criar espaços para vozes que raramente ouvimos.

Em 2016, com Madeline Wood, co-fundou a associação "Les Piñatas" para trabalhar na microedição e promover práticas multidisciplinares e em 2022 co-fundou Forêt Noire com Marie Pns e Pierre-Antoine Naline, associação de criação sonora, documental e escrita musical.

"Somewhere, the flowers have dried" | de Madeline Wood

SOMEWHERE_MADELINE_WOOD

Esta edição é baseada num texto escrito em 2019, depois de regressar a um lugar onde vivi durante algum tempo e onde experimentei muitas emoções grandes e contraditórias.

Pergunto-me sobre o que deixamos para trás num lugar que vivemos.

Vestígios, pistas, emoções, energias, tesouros... flores.

__

Madeline Wood multiplica os meios para desenvolver através deles a forma mais precisa de captar os traços sem os imobilizar.

Se os seus vídeos fixam frequentemente as vibrações de um lugar, os desenhos fixam as dos corpos.

A dança, a performance, o desenho, os objectos-livro são formas de restaurar os movimentos do pensamento e os do corpo.

Co-criou a editora Piñatas com Léa-Anaïs Machado em 2015, depois de terem deixado a escola de Belas Artes.

“Somewhere, the flowers have dried” será a sua primeira edição a solo.

Atividade Escolar | "Iniciação à encadernação" | 16 de Fevereiro de 2024 na Escola Básica de Vilar

Um atelier para descobrir as técnicas de microedição e de encadernação. Les Piñatas propõe uma introdução simples à encadernação para criar o seu próprio caderno. Não é necessário ter conhecimentos para participar, as técnicas ensinadas são concebidas para serem facilmente reproduzidas de forma autónoma em casa.

Entrevista | "De boca à oreille" | 21 de Fevereiro de 2024 no Espaço Social e Cultural de Mosteiró, com os utentes da Associação de Solidariedade Social de Mosteiró

Léa Anaïs Machado propõe momentos de troca para recolher canções (antigas, populares, rurais, etc.) e receitas que lhe serão transmitidas oralmente. Não é necessário ser um especialista, nem um cantor profissional, basta ter o desejo de transmitir e contar a sua história. Com o acordo dos participantes, estas trocas serão registadas para que Léa Anaïs possa trabalhar a partir deste material.

Público Geral | "Abrir o Livro" | 24 de Fevereiro de 2024 às 16h00, no antigo Jardim de Infância de Mosteiró

Porque cada livro feito por Les Piñatas tem uma forma diferente e uma maneira diferente de ser lido, Les Piñatas gostam de propor aberturas de livros em público para descobrir cada história em conjunto. Este momento será também uma oportunidade para o público e os artistas se encontrarem e trocarem ideias com base no trabalho criativo realizado durante as duas semanas de residência no Eixo.